Imigração Internacional Mundo

Aumenta para 33 o número de migrantes que morre diariamente tentando chegar à Espanha

AFP – Mais de 5.000 imigrantes morreram ao tentar chegar à Espanha pelo mar nos primeiros cinco meses do ano, o que equivale a 33 mortes por dia, denunciou nesta quarta-feira (12) uma ONG espanhola.

“É a maior média diária de mortes desde que há registros”, indicou em comunicado a Caminando Fronteras, entidade que alerta as autoridades marítimas sobre barcos de imigrantes em perigo e que começou a compilar dados em 2007.

É um número “preocupantemente alto em comparação com o ano passado”, quando morreram 6.618 migrantes durante os 12 meses, ou seja, 18 por dia, segundo a ONG.
A Caminando Fronteras calcula seus dados através de uma análise “exaustiva” das rotas migratórias seguidas pelos migrantes que tentam chegar à Espanha partindo de lugares tão distantes quanto Senegal, na costa leste africana, até a Argélia, na costa mediterrânea.

Foto: Marina Militare/Handout via Reuters/File

Mais de 4.800 pessoas, 95% do total até agora este ano, morreram tentando alcançar as Ilhas Canárias cruzando o Atlântico, detalhou a organização.

“Não podemos normalizar esses números (…) E não é tão complicado, é simplesmente não deixar as pessoas morrerem nas fronteiras e disponibilizar todos os meios para salvar vidas de pessoas em risco”, disse Helena Maleno, fundadora da Caminando Fronteras, citada no comunicado.

No ano passado, 56.852 pessoas entraram na Espanha de forma irregular, quase o dobro (+82,1%) do que em 2022, segundo o Ministério do Interior.

O número pode ser superado em 2024, já que até 31 de maio 20.854 imigrantes haviam chegado às costas espanholas, um aumento de 137% em relação ao mesmo período de 2023.

Localizada no sul da Europa, a Espanha é uma das principais portas de entrada da imigração irregular no continente.

A rota migratória atlântica é particularmente perigosa devido às fortes correntes, mas também devido aos barcos geralmente sobrecarregados e carentes de condições para passar muito tempo em alto mar.

Deixe um comentário

WordPress Ads