Home EUA Adolescente mata a irmã de 3 anos na Florida após mãe pedir silêncio para reunião virtual
EUA - Local - Mundo - Novo Normal - Policial - 07/20/2022

Adolescente mata a irmã de 3 anos na Florida após mãe pedir silêncio para reunião virtual

Como a menina de 3 anos fazia barulho, a mulher incumbiu a adolescente de garantir que a criança fizesse silêncio.

JSNEWS – Uma menina de 16 anos está sendo julgada nos Estados Unidos por matar acidentalmente a irmã de 3 anos com um travesseiro. O sufocamento, segundo a polícia, aconteceu após a mãe de ambas pedir para que a adolescente silenciasse a criança, que fazia barulho durante uma reunião virtual de trabalho.

O caso aconteceu na cidade de Altamonte Springs, nos arredores de Orlando, na estado da Flórida. Segundo a polícia, a mãe trabalhava de casa com as duas filhas e mantinha uma reunião virtual. Como a menina de 3 anos fazia barulho, a mulher incumbiu a adolescente de garantir que a criança fizesse silêncio.

“Ela colocou um travesseiro sobre a cabeça da vítima para garantir que ela fizesse silêncio e deixou o quarto. Quando a adolescente voltou, a criança não respondia”, disse a policial Michelle Montalvo, responsável pela investigação. “É muito trágico. A mãe acabou perdendo as duas filhas na mesma noite, porque a adolescente foi presa”.
A mãe, ainda de acordo com a polícia, estava trabalhando de outro quarto e, quando percebeu o ocorrido, chamou o serviço de emergência. A menina chegou a ser levada ao hospital, onde foi declarada morta.

A adolescente foi detida na mesma noite e a agora responde por assassinato.

O caso gerou uma forte discussão na Florida sobre se adolescentes devem ser responsabilizados pelo cuidado de crianças e quais os limites legais do processo.
O juiz encarregado do caso  decidiu que havia causa provável para a prisão e ordenou que a adolescente fosse mantida em detenção juvenil pelo menos até sua acusação em 8 de agosto.

Leia também

Assassino que matou 4 pessoas e baleou 12 recebe sentença de até 3 anos

Da Redação – O atirador que invadiu duas escolas em Aracruz, Espírito Santo, vai cum…