Home Celebridades Anna Sorokin, a golpista que inspirou a série ‘Inventando Anna’ da Netflix, diz que lutará contra deportação
Celebridades - Cultura - EUA - Imigração - Mundo - 10/10/2022

Anna Sorokin, a golpista que inspirou a série ‘Inventando Anna’ da Netflix, diz que lutará contra deportação

Entre 2016 e 2017, Anna Sorokin, mais conhecida como Anna Delvey, conseguiu enganar as elites financeiras e as celebridades de Nova York ao se passar por una rica herdeira alemã dona de um patrimônio fictício de 60 milhões de dólares.

Da Redação – Anna Sorokin, a jovem alemã que enganou a elite financeira de Nova York ao se passar por uma herdeira milionária, disse que lutará para não ser deportada para a Alemanha e permanecer nos Estados Unidos, depois de passar um tempo na prisão.

Sorokin, de 31 anos, cuja história extraordinária serviu de inspiração para uma série de ficção na Netflix e se tornou fenômeno nas redes sociais, foi libertada mediante pagamento de fiança na sexta-feira e colocada em prisão domiciliar, com tornozeleira eletrônica, em seu modesto apartamento de Manhattan.

Ela passou o último ano e meio em um centro de detenção ao norte da cidade de Nova York, operado pela agência federal de Imigração e Controle Alfandegário dos Estados Unidos (ICE), condenada por permanecer no país por mais tempo do que o permitido em seu visto de turista.

Cidadã alemã de ascendência russa, Sorokin foi presa pela primeira vez em 2017, e condenada em 2019 a dois anos de reclusão em uma prisão de Nova York, por acusações que incluíram fraude. Em 2021, foi colocada em liberdade antes do tempo por bom comportamento, mas acabou sendo detida novamente pelos agentes da ICE.

Sob liberdade condicional, ela enfrenta uma ordem de deportação para a Alemanha desde fevereiro, contra a qual recorreu diversas vezes.

Em longa entrevista ao jornal The New York Times realizada em sua casa no sábado, Sorokin disse que se negou a ser enviada de volta à Alemanha pelas autoridades migratórias.

“Deixar que me deportassem seria um sinal de rendição, a confirmação da percepção de que sou uma pessoa fútil, que só se a importa com a riqueza obscena, e isso não é verdade”, garantiu.

“Eu poderia ter ido embora, mas escolhi não fazer isso porque estou tentando consertar meus erros. Tenho muita história em Nova York e sinto que se eu estivesse na Europa estaria fugindo de algo”, insistiu.

Entre 2016 e 2017, Anna Sorokin, mais conhecida como Anna Delvey, conseguiu enganar as elites financeiras e as celebridades de Nova York ao se passar por una rica herdeira alemã dona de um patrimônio fictício de 60 milhões de dólares.

Capaz de construir mentiras convincentes graças a uma desenvoltura fenomenal, a jovem obteve dezenas de milhares de dólares em crédito bancário, viajava de graça em um jatinho privado e desfilava pelos salões mais exclusivos de Manhattan.

No total, segundo a promotoria, seus golpes totalizaram cerca de 275.000 dólares.

Sorokin é filha de um caminhoneiro e uma comerciante que emigraram da Rússia para a Alemanha em 2007. Frequentava o mundo da moda em Londres e Paris, antes de se mudar para Nova York em 2013, por ocasião da Semana de Moda daquele ano.

Sua história inspirou a produtora Shonda Rhimes (“Grey’s Anatomy”, “Scandal”), que a transformou em uma minissérie da plataforma Netflix, “Inventing Anna“, protagonizada por Julia Garner.

Leia também

Presidente do Peru tenta golpe de Estado e é preso

BBC NEWS BRASIL – Tudo aconteceu depois que Castillo fez o anúncio inesperado –…