Home EUA Aumenta o número de crianças e adolescentes que são vítimas de “sextortion”, a extorsão sexual OnLine

Aumenta o número de crianças e adolescentes que são vítimas de “sextortion”, a extorsão sexual OnLine

A coerção de uma criança ou adolescente por um adulto para produzir o que é considerado material de abuso sexual infantil, pode acarretar penalidades pesadas, que podem incluir até prisão perpétua para o infrator”, alerta o FBI

JSNEWSA Homeland Security Investigations (HSI), em parceria com o FBI e o Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas (NCMEC), emitiu um alerta nacional de segurança pública nessa segunda-feira, 19, aos pais e cuidadores alertando a estes sobre o número crescente de relatos de adultos se passando por menores de idade que coagem crianças, por meio das mídias sociais, a produzir imagens e vídeos sexuais para depois extorqui-los, obrigando-os a produzir mais material pornográfico ou mesmo demandando somas em dinheiro.

Os chamados esquemas de “sextortion” que recentemente se tornaram o crime cibernético mais comuns, predadores sexuais adultos entram em contato com jovens, geralmente entre 14 e 17 anos, usando qualquer plataforma de comunicação ou rede social disponível, inclusive jogos, então usam de “engano e manipulação” para convencer esses jovens a se envolverem em atividades explícitas por vídeo, que são gravadas secretamente, quando o predador revela que fez a gravação, ele passa a  ameaçar sua vítima dizendo que esses vídeos serão postados online caso ele/ela não envie mais vídeos com outras atividades sexuais ou pagar uma determnada soma em dinheiro.

Em 2021, o Internet Crime Complaint Center (IC3) do FBI recebeu mais de 18.000 reclamações relacionadas a “sextortion” com perdas superiores a US$ 13,6 milhões.

O FBI observa que devido ao constrangimento que as crianças sentem ao serem vítimas desses esquemas, muitas vezes a vergonha ou o medo dos familiares as impede de denunciar essa modalidade de extorsão, de modo que os perpetradores desses crimes cibernéticos podem ter centenas de vítimas ainda não descobertas.

O Departamento de Segurança Interna incentiva que pais e cuidadores conversem abertamente com seus filhos logo no início de suas atividades online sobre os riscos existentes nas redes sociais e alertando-o dos riscos decorrentes do compartilhamento de “imagens com conteúdo explicito”.

“A exploração sexual de crianças é um crime hediondo. Continuaremos a esgotar todos os recursos à nossa disposição para identificar e apoiar as vítimas e localizar e prender os perpetradores para garantir que eles enfrentem a justiça”, disse o secretário do Departamento de Segurança Interna, Alejandro N. Mayorkas. “Sabemos que os criminosos se escondem em espaços digitais para atingir suas vítimas – em sites, salas de bate-papo, negociação peer-to-peer e outras plataformas baseadas na Internet. Mas eles não podem escapar da força de trabalho dedicada da HSI, onde nossos agentes especiais estão aproveitando os mais recentes métodos e tecnologias para perseguir esses criminosos. Vamos responsabilizá-los.”


E se você ou seu filho for uma vítima desse tipo de extorsão

A HSI incentiva o público a denunciar suspeitas de predadores infantis e qualquer atividade suspeita através de sua linha de denúncia gratuita em 1-866-347-2423 ou preenchendo esse formulário de gorjeta on-line.

Para relatar abusos fora dos Estados Unidos: 802-872-6199.

O NCMEC oferece algumas dicas aos pais de cuidadores, e também aos jovens que vítimas de extorsão:

  • Lembre-se, o predador é o culpado, não o seu filho ou você.
  • Obtenha ajuda antes de decidir se deve pagar dinheiro ou de cumprir as exigências do predador.
  • Cooperar ou pagar raramente impede a chantagem e o assédio contínuo.
  • DENUNCIE a conta do predador através do recurso de segurança da plataforma.
  • BLOQUEIE o predador e NÃO EXCLUA o seu perfil ou as mensagens recebidas, isso pode ser útil para a aplicação da lei na identificação e detenção.
  • Deixe o NCMEC ajudar a tirar imagens explícitas de você da internet.
  • Visite MissingKids.org/IsYourExplicitContentOutThere para saber como notificar atividades suspeitas
  • cybertipline.org para obter ajuda. Peça ajuda. Este pode ser um problema muito complexo e pode exigir ajuda de adultos ou policiais.
  • Se você não sente que tiver apoio entre em contato com o NCMEC para obter suporte pelo Email:  gethelp@ncmec.org ou ligar para o NCMEC em 1-800-THE-LOST.
  • Reserve um momento para aprender como a sextorsão funciona e como conversar com seus filhos sobre isso.
  • Outras informações e recursos podem ser acessadas em ICE.gov/Sextortion.

 

Leia também

Quase mil crianças imigrantes seguem separadas dos pais nos Estados Unidos

AFP – Um total de 998 crianças imigrantes separadas de suas famílias durante o manda…