Home Biden Geração canguru: 25% dos americanos com idades entre 25 a 34 anos ainda vivem com seus pais
Biden - Local - Mundo - Novo Normal - 07/26/2022

Geração canguru: 25% dos americanos com idades entre 25 a 34 anos ainda vivem com seus pais

A pesquisa do Pew Research Center constatou que a situação financeira é a principal razão que faz com que essa geração viva em domicílios multigeracionais sem ter outra opção

JSNEWS – Um em cada quatro, 25%, dos adultos americanos com idades entre 25 a 34 anos ainda residiam em um domicílio multigeracional (com a família) em 2021, contra apenas 9% em 1971. Essa é a maior proporção já registrada nos últimos 50 anos  de acordo com um estudo do Pew Research Center.

Um domicilio multigeracional é  aquele que inclui duas ou mais gerações de adultos, geralmente com 25 anos ou mais e que aumentou entre todas as faixas etárias nas últimas cinco décadas.

A tendência é ainda maior para pessoas de 25 a 34 anos sem diploma universitário que presentam quase 1 em cada 3 pessoas que estão vivendo em domicílios multigeracionais constatou o estudo.

A pesquisa do Pew Research Center realizada em outubro passado apontou que os problemas financeiros são uma das principais razões pelas quais os jovens são obrigados a viver em domicílios multigeracionais.

Adultos jovens que não concluíram pelo menos uma graduação tendem a ganhar menos e por isso não conseguem atingir plenamente uma  independência financeira e essas pressões poderiam explicar, pelo menos em parte, por que a vida multigeracional é mais comum entre adultos jovens menos escolarizados.

Em 2021, 68% das pessoas de 25 a 34 anos em domicílio multigeracional viviam na casa de um ou ambos os pais. Mesmo assim, 15% viviam em sua própria casa e tinham um pai ou outro parente idoso vivendo com eles.

Outros 14% dos jovens adultos em domicílios multigeracionais viviam em uma casa chefiada por um membro da família que não era pai, como avô ou irmão, ou por um casal solteiro ou colega de quarto.

Independentemente do tipo de arranjo domiciliar, a maioria das pessoas entre 25 a 34 anos que vivem em um lar multigeracional, 47% que viviam com ambos os pais e 39% que viviam com apenas um dos pais.

A pesquisa têm implicações para a economia, já que esses jovens adultos não estão montando suas próprias casas na idade em que as pessoas no passado se mudaram das casas de seus pais e passaram a viver por conta própria, compraram suas casas, alugaram um imóvel ou se casaram.

Ao mesmo tempo, o aumento dos custos de habitação durante a pandemia, bem como a maior inflação em 40 anos, pode estar dificultando a mudança dessa geração.

Leia também

Senadora Kyrsten Sinema (Dem-AZ) deixará o Partido Democrata para se registrar como independente

JSNEWS – A senadora pelo estado do Arizona, Kyrsten Sinema (Democrata) disse, nessa …