Home Biden Governo Biden começa a deportar venezuelanos para o México
Biden - Imigração - Internacional - Mundo - 10/14/2022

Governo Biden começa a deportar venezuelanos para o México

A decisão se baseia na regra conhecida como Título 42, que suspende o direito a buscar asilo sob leis americanas e internacionais com o argumento de prevenir a disseminação de Covid-19.

Da Redação – Cerca de 300 venezuelanos foram devolvidos ao México pelos Estados Unidos após a entrada em vigor nessa quarta-feira,12, de um acordo entre os dois países determinando que cidadãos da Venezuela que cruzarem a pé ou nado a fronteira entre os dois países de forma irregular sejam deportados imediatamente para território mexicano. A decisão se baseia na regra conhecida como Título 42, que suspende o direito a buscar asilo sob leis americanas e internacionais com o argumento de prevenir a disseminação de Covid-19.

Um primeiro grupo com cem pessoas foi conduzido a Ciudad Juárez, no norte do México, ainda na quarta-feira, depois de uma espera de várias horas na fronteira, enquanto nesta quinta-feira se somaram cerca de outros 200, disseram imigrantes e ativistas.

Em contrapartida, o governo Biden concordou em aceitar até 24 mil imigrantes venezuelanos que chegarem aos aeroportos ou postos oficiais de migração dos EUA, similar à forma como até 100 mil ucranianos vêm sendo admitidos desde abril, dois meses depois da invasão da Rússia. Os venezuelanos, assim como os ucranianos, precisam ter patrocinadores (acolhedores) nos EUA.

Não podem ser beneficiados pelo programa aqueles que tenham sido expulsos dos EUA nos últimos cinco anos ou que entraram irregularmente no México ou Panamá desde quarta-feira.

As medidas são uma resposta a um aumento dramático na migração de venezuelanos, que em agosto se tornaram a segunda maior nacionalidade a chegar à fronteira dos EUA depois da mexicana. Milhares vêm se arriscando pelo Tampão de Darién, selva entre Colômbia e Panamá e uma das rotas mais perigosas do mundo.

“Essas ações deixam claro que há uma forma legal e ordenada para os venezuelanos entrarem nos EUA, e a entrada sob a lei é a única forma”, disse o secretário de Segurança Interna, Alejandro Mayorkas. “Aqueles que tentarem cruzar a fronteira sul dos EUA de forma irregular serão devolvidos ao México e ficarão inelegíveis para esse processo no futuro. Aqueles que seguirem o processo legal terão a oportunidade de viajar em segurança aos EUA e se torna elegíveis a trabalhar aqui”.

Leia também

Senadora Kyrsten Sinema (Dem-AZ) deixará o Partido Democrata para se registrar como independente

JSNEWS – A senadora pelo estado do Arizona, Kyrsten Sinema (Democrata) disse, nessa …