Home Biden Homem que atacou Paul Pelosi, o marido de Nancy Pelosi, a marteladas estava com visto vencido
Biden - Imigração - Mundo - Policial - Política - 11/01/2022

Homem que atacou Paul Pelosi, o marido de Nancy Pelosi, a marteladas estava com visto vencido

JSNEWS – O homem acusado de atacar o marido da presidente da Câmara dos Representantes dos Estados  Unidos, Nancy Pelosi (Dem.), com um martelo vivia nos Estados Unidos ilegalmente, a informação é do Jornal NY Post que citou uma fonte ligada a U.S. Immigration and Customs Enforcement – ICE.

David DePape, um cidadão canadense de 42 que estaria com o visto vencido é acusado pelas autoridades Federais do estado da California de invadir a residência de Nancy Pelosi e atacar Paul Pelosi, de 82 anos, a marteladas na manhã dessa sexta-feira, 28.
De acordo com aCNN, “ele deixou o Canadá há cerca de 20 anos para viver na Califórnia”.

Não há nada ilegal um cidadão canadense visitar os Estados Unidos. Mas os canadenses só podem ficar no país por seis meses antes de terem que solicitar uma prorrogação de permanência. Mesmo assim, a prorrogação máxima é de apenas por mais seis meses. Então, o cidadão canadense tem que voltar para o Canadá.

Isso significa que depois do primeiro ano que esteve nos EUA, DePape teria se tornado um imigrante ilegal. É possível que ele tivesse parentes americanos ou se casado com um cidadão/ã americano/a ou em algum momento ter solicitado a naturalização.

As autoridades Federais disseram que David DePape obteve um número de seguro social no Havaí, mas não deram outros detalhes sobre como ele teria conseguido um número de seguro social válido, e não informaram quanto tempo David DePape está nos Estados Unidos além do limite legal permitido.

DePape enfrenta as acusações da Promotoria de São Francisco por tentativa de homicídio, agressão com arma mortal e outras acusações criminais menores. Ele também foi acusado federalmente de tentativa de sequestro e agressão.

Ele “supostamente” invadiu a casa de Nancy Pelosi em uma tentativa de encontrar o presidente da Câmara, mas apenas seu marido estava em casa no que a promotora do distrito de São Francisco, Brooke Jenkinsna, disse que o ataque foi politicamente motivado. Nancy Pelosi estava em Washington, DC, no momento do incidente.

“Desde o terrível ataque a Paul na sexta-feira, fomos inundados com milhares de mensagens transmitindo preocupação, orações e desejos calorosos. Estamos muito gratos”, disse Nancy Pelosi em um comunicado nessa segunda-feira,31. “Graças à excelente equipe do Hospital Geral zuckerberg de São Francisco, Paul está fazendo progressos constantes no que será um longo processo de recuperação. Nossa família agradece a todos por sua bondade.”

Leia também

Fóssil: embaixador da UE critica postura de Lula com Venezuela, Cuba e Nicarágua

O embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez, criticou nesse domingo, 05, a po…