Home Biden ICE afirma “não ter os registros” de mais de 350 mil imigrantes ilegais que foram liberados nos Estados Unidos
Biden - Imigração - Local - Mundo - Novo Normal - 01/02/2023

ICE afirma “não ter os registros” de mais de 350 mil imigrantes ilegais que foram liberados nos Estados Unidos

A informação é da Transactional Records Access Clearinghouse (TRAC), uma organização não governamental ligado à Universidade de Syracuse, em Nova York, que apresentou uma solicitação de informações baseada na Lei de Liberdade de Informação (FOIA) ao ICE no mês de setembro, perguntando sobre o número de indivíduos inscritos no programa "Alternativas à Detenção (ATD)" do ICE.

JSNEWS – O Serviço de Imigração e Alfândega dos EUA (ICE) revelou em uma carta em 22 de dezembro que não encontrou “nenhum registro” de 377.980 imigrantes ilegais que foram liberados nos Estados Unidos, apesar destes estarem, supostamente, usando um dispositivo de rastreamento.

A informação é da Transactional Records Access Clearinghouse (TRAC), uma organização não governamental ligado à Universidade de Syracuse, em Nova York, que apresentou uma solicitação de informações baseada na Lei de Liberdade de Informação (FOIA) ao ICE no mês de setembro, perguntando sobre o número de indivíduos inscritos no programa “Alternativas à Detenção (ATD)” do ICE.

O programa ATD registra e libera “imigrantes adultos com 18 anos de idade ou mais da custódia do DHS que geralmente estão em processo de remoção ou sujeitos a uma ordem final de remoção (deportação)” dos Estados Unidos até a data da audiência. Esses imigrantes “são monitorados por GPS, chamadas telefônicas com impressão de voz, bem como através de outras tecnologias”, informa o ICE em seu site.

O ICE também disse que até julho de 2022, mais de 350.000 indivíduos estavam registrados no programa de monitoramento, mas quando foi solicitado informações especificas pelo TRAC, o ICE respondeu que “realizou uma pesquisa nas Operações de Execução e Remoção do ICE (ERO) por registros responsivos à solicitação e nenhum registro foi encontrado”.

Austin Kocher, professor assistente da TRAC, expressou frustração com a resposta do ICE. “A resposta do ICE de que eles não conseguiam mais encontrar os registros sobre imigrantes colocados em programas ‘Alternativos à Detenção (ATD)’ foi chocante”, disse Kocher ao Daily Caller. “A agência realmente precisa vir à público e dar as respostas necessárias à sociedade americana que merece ter acesso a dados precisos sobre o programa ATD.”

Para Kocher, a declaração do ICE vem apenas algumas semanas depois que a agência admitiu divulgar dados imprecisos de ATD ao públicoem várias ocasiões entre agosto de 2022 e dezembro de 2022, bem como dados divulgados anteriormente para o ano fiscal de 2022″, lembra. “A falta de transparência do governo Biden em relação à imigração tem sido contínua”.

Em março de 2021, funcionários da Alfândega e Proteção de Fronteiras informaram que a “administração Biden [estava] restringindo as informações que os agentes da Patrulha de Fronteira e os chefes de setor [poderiam] compartilhar com a mídia”, de acordo com a NBC News.

Novamente em dezembro de 2022, o Breitbart News Network (um site de notícias, opiniões e comentários) informou que os agentes de patrulha de fronteira foram impedidos de divulgar informações sobre imigrantes sem aprovação prévia do Departamento de Segurança Interna (DHS).

Kocher abordou as “falhas de transparência” do governo Biden em um tuíte recente.

“Alguém vai responsabilizar o governo Biden por essas grandes falhas de transparência?” Kocher perguntou. “O Congresso exige que o ICE produza dados confiáveis sobre o ATD e eles não fizeram isso. O ICE é obrigado a cumprir a FOIA; eles não fizeram isso.”

Leia também

Quase mil crianças imigrantes seguem separadas dos pais nos Estados Unidos

AFP – Um total de 998 crianças imigrantes separadas de suas famílias durante o manda…