Home Brasil Imigrantes latinos que vivem nos EUA enfrentam a discriminação e o preconceito do mesmo grupo étnico, diz estudo
Brasil - Imigração - Mundo - 05/04/2022

Imigrantes latinos que vivem nos EUA enfrentam a discriminação e o preconceito do mesmo grupo étnico, diz estudo

27% dos imigrantes latinos dizem ter sido discriminados por outro imigrante da mesma origem, um número que sobe para 41% se esses latinos tiverem pele escura. Uma pesquisa também observou discriminação com base no local de nascimento.

JSNEW – Os imigrantes de origem latina enfrentam discriminação de outros imigrantes do mesmo grupo étnico ou nacionalidade nos Estados Unidos, e aqueles com a pele mais escura ou que nasceram fora do país são mais propensos a serem tratados de modo preconceituoso, afirma um estudo publicado nessa segunda-feira, 02, pela Pew Research Center, que foi realizada em março de 2021, e mostra que 27% dos latinos disseram terem sofrido algum tipo de discriminação por “um não imigrante”, em comparação com 31% que disseram terem sofrido discriminação infligida por uma outra pessoa do mesmo grupo étnico ou nacionalidade.

41% dos latinos de pele escura dizem ter sido discriminados por outro latino, enquanto 25% com pele mais clara afirmam o mesmo.

Local de nascimento e discriminação
Os latinos nos EUA também relatam discriminação por causa de seu local de nascimento. De acordo com a pesquisa, os nativos de Porto Rico, um território americano de língua espanhola, bem como latinos nascidos fora dos Estados Unidos, foram mais discriminados por outro latino do que aqueles nascidos em todos os 50 estados ou na capital federal dos Estados Unidos.

A pesquisa do Pew também mostra que os hispânicos fazem comentários racistas ou piadas sobre seus pares. 48% dos hispânicos dizem que muitas vezes (13%) ou às vezes (35%) ouviram famíliares ou amigos fazerem esse tipo de piada sobre outros hispânicos.

Latinos mais jovens, com idades entre 18 e 29 anos, ao contrário daqueles com 50 anos ou mais, tendem a ouvir mais comentários racistas.

O estudo também revela que, em 2021, 23% dos falantes latinos de espanhol dizem ter sido criticados por falar espanhol em público.

Os hispânicos dos EUA atingiram 62,1 milhões em 2020, o equivalente a 19% da população total e são considerados  latinos aqueles que são originários de países americanos que foram colonizados pela Espanha ou Portugal, e hispânicos são aqueles de origem espanhola. No entanto, o Census Bureau dos Estados Unidos e outras entidades usam os termos como sinônimos.

Leia também

Presidente do Peru tenta golpe de Estado e é preso

BBC NEWS BRASIL – Tudo aconteceu depois que Castillo fez o anúncio inesperado –…