Home Biden Inflação: quais regiões dos EUA tiveram os maiores aumentos de preços em novembro
Biden - Economia - EUA - Mundo - 12/14/2022

Inflação: quais regiões dos EUA tiveram os maiores aumentos de preços em novembro

JSNEWS – A inflação em novembro nos Estados Unidos apresentou uma pequena queda depois das latas registradas nos meses do primeiro semestre do ano.

De acordo com o relatório mais recente do Bureau of Labor Statistics (BLS), a inflação medida nos últimos 12 meses está em 7,1%, o que significou a quinta queda consecutiva registrada em 2022.

No entanto, nem em todas as regiões dos Estados Unidos a subida ou descida dos preços se comportou da mesma forma, uma vez que, em algumas regiões, a inflação ultrapassou 7,1% geral do Índice de Preços ao Consumidor (IPC).

De acordo com o relatório, a menor inflação foi registrada nos estados localizados na região nordeste do país, que incluem Connecticut, Delaware, Distrito de Columbia, Maine, Maryland, Massachusetts, New Hampshire, Nova Jersey, Nova York, Pensilvânia, Rhode Island, Vermont, Virgínia, Virgínia Ocidental.

Nesta área do país, a inflação durante novembro foi de 6,4%, de acordo com o relatório do BLS.

A região Centro-Oeste, que inclui os estados de Ohio, Nebraska, Dakota do Norte, Dakota do Sul, Illinois, Indiana, Iowa, Kansas, Michigan, Minnesota, Missouri e Wisconsin, a inflação foi de 6,8% em novembro passado.

Enquanto isso, a área dos EUA onde os preços excederam a inflação geral de 7,1% foi o Sul, que inclui os estados de: Virgínia ao norte, Flórida, Alabama, Arkansas, Carolina do Norte, Carolina do Sul, Geórgia, Kentucky, Louisiana, Mississippi, Tennessee e Virgínia Ocidental. Nesta área do país, os consumidores pagaram os preços mais altos em novembro passado, com 7,7% em sua medição anual, mantendo o mesmo índice registrado no mês passado.

A cidades ou áreas metropolitanas tiveram preços mais altos nos USA

Embora ainda muito longe da meta de 2% do Federal Reserve, a inflação começou a esfriar na maior parte do país. No entanto, durante o mês de novembro, os preços elevados acima do indicador nacional afetaram os orçamentos dos consumidores em pelo menos três áreas metropolitanas.

  1. Tampa-St. Petersburg-Clearwater, Flórida: onde a inflação foi de 9,6%, mesmo acima do pico em junho passado, quando o indicador nacional atingiu 9,1% ano
  2. Dallas-Fort Worth-Arlington, Texas: onde a inflação foi de 8,4% em novembro em sua medida por ano
  3. Riverside-San Bernardino-Ontário, Califórnia: onde a inflação foi de 7,5% ano

Por outro lado, houve seis áreas metropolitanas em que os preços caíram abaixo da inflação nacional durante novembro.

  1. Minneapolis-St.Paul-Bloomington, Minnesota-Wisconsin: com inflação ao ano de 5,3% ano
  2. Washington-Arlington-Alexandria, Washington DC-Virgínia-Maryland-Virgínia Ocidental: com inflação de 5,6%
  3. Área urbana do Havaí: inflação de 5,8% ano
  4. San Diego-Carlsbad, Califórnia: com inflação ano a ano de 6,7% ano
  5. Denver-Aurora-Lakewood, Colorado: com inflação ano a ano de 6,9% ano
  6. Boston-Cambridge-Newton, Massachusetts-New Hampshire: com inflação de 7% ano

Leia também

Fóssil: embaixador da UE critica postura de Lula com Venezuela, Cuba e Nicarágua

O embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez, criticou nesse domingo, 05, a po…