Home EUA Menino que matou a mãe pede para pagar fiança com as moedas do cofrinho
EUA - Massacre - Mundo - 12/16/2022

Menino que matou a mãe pede para pagar fiança com as moedas do cofrinho

Antes da audiência, a avó do acusado pediu clemência alegando que ele tem problemas mentais e 'supostamente' ouve vozes. De acordo a mulher, menino teria dito em outras ocasiões que ouvia a voz de cinco pessoas "imaginárias" que falava "coisas para ele".

JSNEWS – Um menino de 10 anos está sendo processado como um adulto, por um tribunal em Milwaukee no estado americano do Wisconsin, por matar a mãe, Quiana Mann, 44 anos, quando ela se recusou a comprar um óculo de realidade virtual acoplado a um fone de ouvido que estava à venda no site da Amazon. Ele também responde processo por agredir o primo de 7 idade no mesmo dia em que ‘supostamente’ teria cometido o assassinato em 21 de novembro deste ano.

O menino, que não teve o nome revelado, realizou sua primeira audiência nessa segunda-feira, 12, vestindo uma camiseta de um centro de detenção de Milwaukee e permaneceu em silencio enquanto as autoridades detalhavam as acusações.

“Você entende que estamos em um tribunal juvenil, mas este é um processo de tribunal adulto?”, perguntou a juíza Jane Carroll, após a acusação ser lida.

Os promotores acusaram o menino de homicídio doloso em primeiro grau, os registros indicam que ele atirou no rosto de sua mãe, posteriormente ele teria admitido aos policiais que o motivo do crime teria sido ela ter-se recusado de comprar um equipamento de realidade virtual em um site.

“A denúncia alegou que a vítima foi baleada à queima-roupa na cabeça”, disse o juiz Carroll durante o processo.

Os advogados do menino pediram ao tribunal que retirasse uma segunda acusação de homicídio imprudente.

Eles também pediram que a fiança fosse reduzida para US $ 100, dizendo que é o único dinheiro que o menino tem.

“Conversamos com ele sobre sua capacidade de pagar por qualquer coisa. Ele nos contou sobre cofrinhos com suas economias que ele recebeu como presente de aniversário”, disse Angela Cunningham, advogada do menino.

Antes da audiência, a avó do acusado pediu clemência alegando que ele tem problemas mentais e ‘supostamente’ ouve vozes. De acordo a mulher, menino teria dito em outras ocasiões que ouvia a voz de cinco pessoas “imaginárias” que falava “coisas para ele”.

Apesar do pedido para eduzir o valor da fiança, o juiz acabou mantendo-a em US $ 50.000.

Se a criança não puder pagar a fiança, ela pode permanecer sob custódia pelo resto de sua vida, se condenada por homicídio intencional. A próxima audiência do caso está marcada para 19 de janeiro.

De acordo com o jornal hispânico El Diario de Nova York essa não é a primeira vez que o menor é relacionado a atos violentos. Em outro incidente quando ele tinha 4 anos de idade, ele matou um filhote de cachorro e seis meses antes de matar a mãe, ele teria enchido um balão com líquido inflamável dentro de casa e ateou fogo logo em seguida causando danos na residencia.

Leia também

Fóssil: embaixador da UE critica postura de Lula com Venezuela, Cuba e Nicarágua

O embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez, criticou nesse domingo, 05, a po…