Home Brasil “O empresario não ganha muito dinheiro porque ele trabalhou, ele ganha muito dinheiro porque os trabalhadores dele trabalharam”, diz Lula
Brasil - Mundo - Novo Normal - 2 semanas atrás

“O empresario não ganha muito dinheiro porque ele trabalhou, ele ganha muito dinheiro porque os trabalhadores dele trabalharam”, diz Lula

Da Redação – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quarta-feira, (18), que o empresário “não ganha muito dinheiro porque ele trabalhou, ele ganha muito dinheiro porque os trabalhadores dele trabalharam”. De acordo com o petista, é preciso ter “contrapartida social”. Lula mencionou a frase em entrevista exclusiva concedida a GloboNews.

O chefe do Executivo havia sido questionado sobre se considerava as responsabilidades social e fiscal antagônicas –leia mais abaixo a pergunta feita ao presidente e a sua resposta. “[A responsabilidade fiscal e a responsabilidade social] são antagônicas por causa da ganância das pessoas mais ricas”.

E completou: “O empresário não ganha muito dinheiro porque ele trabalhou. Ele ganha muito dinheiro porque os trabalhadores dele trabalharam”, disse.

Leia abaixo o que foi perguntado a Lula e o que disse o presidente:

GloboNews“A responsabilidade social e a responsabilidade fiscal são frequentemente apresentadas, e às vezes tenho a impressão que o senhor pensa assim. Eu queria que o senhor me dissesse se é isso mesmo, como se elas fossem antagônicas, como se uma fosse inimiga da outra. Mas há quem entenda que elas não são necessariamente antagônicas. Para o senhor, elas são inimigas?”;

Lula“Elas [a responsabilidade fiscal e a responsabilidade social] são antagônicas por causa da ganância, sabe, das pessoas mais ricas, ou seja, as pessoas não querem… o empresário não ganha muito dinheiro porque ele trabalhou. Ele ganha muito dinheiro porque os trabalhadores dele trabalharam. O que nós queremos é que apenas haja a contrapartida no social. Não interessa a gente ter uma sociedade de miseráveis. Nós queremos ter uma sociedade de classe média. Nós queremos que a pessoa tenha poder de consumo. Nós queremos que as pessoas possam viajar. Nós queremos que as pessoas possam comprar uma casa. Nós queremos que as pessoas possam comprar um carro. É o mínimo necessário que precisamos garantir para as pessoas. Que eles consumam aquilo que eles produzem. Agora, o que tem acontecido no Brasil? Se você pegar o relatório da economia, você vai ver que muita gente que era rica ficou muito mais rica, e o pobre ficou mais pobre”, finalizou.

Com informações do Poder 360.

Leia também

Quase mil crianças imigrantes seguem separadas dos pais nos Estados Unidos

AFP – Um total de 998 crianças imigrantes separadas de suas famílias durante o manda…