Home Biden Principais redes de farmácia nos USA racionam pílulas do dia seguinte após decisão da Suprema Corte sobre o aborto
Biden - EUA - Mundo - Novo Normal - Saúde - 06/28/2022

Principais redes de farmácia nos USA racionam pílulas do dia seguinte após decisão da Suprema Corte sobre o aborto

JSNEWS – Algumas das principais redes de farmácias dos EUA estão racionando as vendas de “pílulas do dia seguinte” em meio a um aumento na demanda após a suprema corte dos EUA derrubar Roe v. Wade na semana passada, e de acordo com o Wall Street Journal (WSJ) as redes CVS e Walgreens passaram a limitar as compras desses itens em seus estabelecimentos devido a forte demanda.

Os comprimidos, conhecido como “pílulas do dia seguinte”, são tomados para prevenir a gravidez logo após o sexo desprotegido.

Um representante da CVS disse ao WSJ que as vendas foram racionadas com o objetivo garantir “acesso equitativo” aos contraceptivos.
A marca mais popular do produto conhecido como Plano B são vendidos sem prescrição médica e de acordo com a recomendação do fabricante, a medicação deve ser tomada em até 72h após uma relação sexual desprotegida.

A CVS observou que ainda tem um amplo estoque que garante o fornecimento de outros medicamentos prescritos da “pílulas do dia seguinte”. Os medicamentos que exigem prescrição são aqueles recomendados para interromper a gravidez até 10 semanas de gravidez.

As vendas On Line na  Amazon para pílulas do Plano B mostram suprimentos limitados em meio à crescente demanda. Com os estoques diminuindo, houve relatos de aumentos de preços On Line.

Leia também

Assassino que matou 4 pessoas e baleou 12 recebe sentença de até 3 anos

Da Redação – O atirador que invadiu duas escolas em Aracruz, Espírito Santo, vai cum…