Home EUA Quem são os imigrantes que estão sendo detidos pelo ICE?
EUA - Imigração - Mundo - 11/28/2022

Quem são os imigrantes que estão sendo detidos pelo ICE?

JSNEWS – De agosto até o momento, agentes da Imigração e Alfândega (ICE) detiveram mais de 300 imigrantes em operações coordenadas em vários estados do país, focadas em pessoas com antecedentes criminais.

No entanto, o Escritório de Operações de Remoção (ERO) reconhece que entre os detidos há imigrantes que têm uma ordem final de deportação, mas não está claro se essas se essas pessoas têm antecedentes criminais ou não.

(Foto: ICE)

“A ação de aplicação da lei da ERO resultou em um total de 138 detenções em todo o país, incluindo algumas com uma ordem final executável de deportação”, informa um relatório do ICE sem um detalhamento específico de todos os casos.
A agência de imigração realizou suas operações por várias semanas e detalhou alguns casos.

No final de outubro deste ano, o ICE informou que uma a operação realizada entre 20 de agosto e 30 de setembro, que permitiu a prisão de175 imigrantes indocumentados que com várias infrações por dirigir sob a influência de álcool ou drogas (DUI), sendo essa uma das incursões de maior alcance da agência desde o início do governo do presidente Joe Biden.

Os estados da Califórnia e Nova York estão entre os que fizeram várias prisões, como o caso de um mexicano de 45 anos condenado por atropelar uma pessoa e fugir do local. O mexicano foi preso em Banning, na Califórnia, e permanece sob custódia do ICE enquanto aguarda os procedimentos de deportação, acrescentou a agência.

Outro caso é o de um salvadorenho de 35 anos condenado por “homicídio veicular” em segundo grau.

“O indivíduo foi preso em Bellport, Nova York, e permanece sob custódia do ICE aguardando procedimentos de deportação”, disse o ICE em um relatório.

Também digna de nota foi a prisão de um salvadorenho de 48 anos condenado por múltiplas contravenções e crimes envolvendo DUI, preso em Freeport, Nova York.

Casos recentes
A operação recentemente relatada pelo ICE se concentrou em pessoas com antecedentes criminais, incluindo pessoas envolvidas em crimes sexuais contra menores. 138 pessoas foram capturadas como, nessa operação o ICE destacou detenção de um cidadão de 40 anos da República Dominicana em Columbus, Ohio, condenado pelo Tribunal de Apelações do Condado de Franklin por agressão criminal sexual envolvendo um menor.

Outro caso foi o de um mexicano de 39 anos de Grand Rapids, Michigan, condenado por um tribunal do condado de Kent por posse de material de abuso sexual infantil e espionagem de uma pessoa sem roupas.

“Esta operação, conduzida por oficiais de deportação da ERO Detroit, é essencial para a segurança pública em Michigan e Ohio”, disse Matthew Putra, diretor interino desse escritório. “Nossas comunidades estão mais seguras agora que esses criminosos que atacam inocentes e cometem atos de violência sexual estão fora de nossas ruas.”

O ICE não tem obrigação de dizer se realizará operações, e as autoridades atualmente não são obrigadas a seguir as prioridades de deportação do governo Biden até que a Suprema Corte tome uma decisão final.

“Enquanto esperamos que o tribunal decida este caso, os esforços da agência para direcionar melhor seus recursos limitados serão interrompidos, já que as famílias novamente temem o pior: separação, detenção e deportação”, disse Kerri Talbot, vice-diretora do Centro de Imigração.

Deve-se lembrar que os imigrantes indocumentados que foram deportados e reentraram no país sem documentos podem ser processados por crime federal.

A agência ainda não divulga estatísticas para o ano fiscal de 2022, mas lembra que em 2021 fez 74.082 prisões de não cidadãos, que incluíram 12.025 pessoas com condenações por crimes agravados.

Os crimes associados a não-cidadãos detidos no ano fiscal de 2021 incluíram 1.506 homicídios, 3415 agressões sexuais, 19.549 agressões, 2717 roubos e 1063 raptos, acrescenta.

Leia também

Fóssil: embaixador da UE critica postura de Lula com Venezuela, Cuba e Nicarágua

O embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez, criticou nesse domingo, 05, a po…