Home Internacional Referendo tem 96% de apoio a anexação dos territórios ucranianos ocupados à Rússia, Medvedev alerta: “ameaça nuclear não é um blefe”
Internacional - Mundo - 09/27/2022

Referendo tem 96% de apoio a anexação dos territórios ucranianos ocupados à Rússia, Medvedev alerta: “ameaça nuclear não é um blefe”

Da Redação – Os primeiros resultados parciais da votação em quatro regiões da Ucrânia ocupadas pela Rússia mostraram uma esmagadora maioria de residentes a favor da adesão à Rússia, informou a agência de notícias estatal russa RIA nesta terça-feira (27), sobre os referendos que Kiev e o Ocidente classificam como uma farsa.

A votação ocorreu durante cinco dias em quatro regiões – Donetsk, Luhansk, Zaporizhzhia e Kherson – que compõem cerca de 15% do território ucraniano.

O processo abre caminho para o presidente Vladimir Putin anexar as quatro áreas. Depois disso, ele poderia classificar qualquer tentativa ucraniana de recapturá-las como um ataque à própria Rússia. Ele disse em 21 de setembro que estava disposto a usar armas nucleares para defender a “integridade territorial” da Rússia.

A Ucrânia tem advertido repetidamente que a anexação russa de territórios adicionais destruiria qualquer chance de negociações de paz.

De acordo com a RIA, as contagens iniciais mostraram apoio à adesão variando de 96,97% na região de Kherson, com base em 14% dos votos contados, a 98,19% em Zaporizhzhia, com base em 18% da contagem.

Ameaça nuclear de Putin ‘não é um blefe’, diz Medvedev
Um aliado-chave do presidente russo Vladimir Putin alertou nessa terça-feira,27, que a recente ameaça de Putin de usar armas nucleares “não é um blefe”.

“Acredito que a OTAN não intervirá diretamente no conflito mesmo nesta situação”, escreveu Medvedev no Telegram. “Afinal, a segurança de Washington, Londres, Bruxelas é muito mais importante para a Aliança do Atlântico Norte do que o destino de uma Ucrânia moribunda que ninguém precisa.”

“O fornecimento de armas modernas é apenas um negócio para os países ocidentais”, acrescentou. “Demagogos no exterior e europeus não vão perecer em um apocalipse nuclear. Portanto, eles engolirão o uso de qualquer arma no conflito atual.”

Putin ameaçou usar as armas nucleares em um discurso ao país na semana passada, no qual também anunciou uma convocação militar parcial, a primeira mobilização da Rússia desde a Segunda Guerra Mundial.

“Isso não é um blefe”, disse Putin na quarta-feira passada. “E aqueles que tentam nos chantagear com armas nucleares devem saber que a tempestade pode virar e apontar para eles.”

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse no domingo que acredita que as ameaças de Putin “podem ser uma realidade”. No entanto, o conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, também alertou no domingo que os EUA “responderão decisivamente” se Putin usar armas nucleares.

 

Leia também

Biden avalia reviver restrições de imigração da era Trump, dizem autoridades dos EUA

REUTERS – O governo do presidente norte-americano, Joe Biden, dificultará a solicita…