Home Biden Reforma da imigração é deixado de fora do último plano legislativo do Congresso para 2023
Biden - Local - Mundo - Política - 12/21/2022

Reforma da imigração é deixado de fora do último plano legislativo do Congresso para 2023

JSNEWS – O Congresso dos estados Unidos enterrou o projeto de lei que poderia ser considerado a coisa mais próxima de uma reforma migratória que contemplava a proteção para cerca de dois milhões de imigrantes, além de incluir algumas disposições sobre a fronteira e a extensão em pelo menos um ano do Título 42.

O plano negociado pela senadora independente Kyrsten Sinema (Arizona) e pelo republicano Thom Tillis (Carolina do Norte) deveria ser integrado como parte do plano orçamentário de 2023, mas não houve um acordo final e foi deixado de fora das chamadas “Apropriações orçamentarias” para 2023.

De acordo com esse plano patrocinado por Sinema e Tillis, o objetivo era proteger os “sonhadores” (DREAMERS), e em troca, alocar mais recursos para a vigilância e segurança das fronteiras e a extensão do Título 42 por um ano, algo que dividiu os democratas no Congresso.

Sinema lamentou que um plano bipartidário, que abordaria “de forma responsável” o aumento de imigrantes na fronteira sul, não estivesse avançado, mas disse que se reuniria novamente em janeiro a esse tema.

“Quando voltarmos em janeiro, uma das primeiras coisas que vou fazer é retomar o grupo bipartidário de senadores que estão dispostos a realizar essas coisas e trazê-los para a fronteira para ver o que o povo do Arizona vê todos os dias”, disse Sinema, que deixou a bancada democrata há alguns dias.

O projeto de lei orçamentária também não contempla uma reforma para beneficiar os trabalhadores agrícolas e exclui um caminho para a cidadania para jovens imigrantes e trabalhadores rurais.

Na semana passada, mais de 200 jovens imigrantes de todo o país viajaram para Washington, D.C. para compartilhar suas histórias e exigir um caminho para a cidadania.

Para que servirão os fundos?
O projeto de lei inclui US $ 772,5 bilhões para programas discricionários não relacionados à defesa, incluindo US $ 118,7 bilhões, um aumento de 22%, para os cuidados de saúde dos veteranos e outros US$ 858 bilhões em financiamento de defesa.

“Para mitigar os efeitos da inflação sentida pelas famílias americanas em todo o país, o projeto de lei faz investimentos significativos em nossas comunidades, financia programas essenciais que apoiam as famílias de classe média dos Estados Unidos, se preocupa com nossos veteranos e investe em nossa segurança nacional”, informa o relatório do orçamento.

O projeto de lei também inclui um adicional de US $ 44,9 bilhões em assistência de emergência para a Ucrânia e financiamento para a OTAN.

Outros US $ 40,6 bilhões estão incluídos para ajudar as comunidades em todo o país a se recuperarem de secas, furacões, inundações, incêndios florestais e outros desastres naturais.

Leia também

Quase mil crianças imigrantes seguem separadas dos pais nos Estados Unidos

AFP – Um total de 998 crianças imigrantes separadas de suas famílias durante o manda…