Home Biden Suspeito de ataque a marido de Nancy Pelosi se declara inocente
Biden - EUA - Mundo - Novo Normal - Policial - 11/02/2022

Suspeito de ataque a marido de Nancy Pelosi se declara inocente

David DePape, de 42 anos, continuará em prisão preventiva e pode ser sentenciado à prisão perpétua se julgado culpado

AFP – O homem acusado de atacar com um martelo o marido da presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, se declarou inocente de tentativa de homicídio e outras acusações nesta terça-feira (1º), diante de um tribunal de San Francisco, na Califórnia.

David DePape, de 42 anos, permanecerá em prisão preventiva após a breve declaração sobre o ataque a Paul Pelosi na madrugada da última sexta-feira (28).

DePape vestia roupa de presidiário laranja e apenas falou para responder a perguntas processuais, informou o jornal San Francisco Chronicle. A juíza Diane Northway assinou uma ordem que proíbe DePape de estar em contato com a vítima e Pelosi, ou de se aproximar a menos de 137 metros da casa da presidente da Câmara.

O suspeito, natural da Califórnia, foi detido na madrugada da última sexta-feira depois de invadir a mansão de Pelosi em San Francisco, com a intenção de amarrar a líder do Partido Democrata, que se encontrava em Washington naquele momento.

Ao não encontrar o alvo, DePape ameaçou quebrar os joelhos de Paul Pelosi com um martelo se ele não confessasse as “mentiras” dos democratas, informou o Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

O suspeito, que levava consigo fita adesiva, corda, abraçadeiras e outros objetos, segundo o Departamento de Justiça, atacou o marido da presidente da Câmara, de 82 anos, com golpes de martelo na cabeça.

DePape enfrenta acusações tanto na Justiça estadual como na federal.

A promotora do distrito de San Francisco, Brooke Jenkins, disse na segunda-feira que o réu enfrentará acusações de tentativa de assassinato, roubo em domicílio, agressão com arma letal, maus-tratos a idosos, detenção ilegal de um idoso, assim como ameaças a um funcionário público.

Se for declarado culpado das acusações na Justiça estadual, o acusado enfrenta penas entre 13 anos e prisão perpétua, segundo Jenkins.

Na segunda-feira (31), as autoridades federais acusaram DePape de tentar sequestrar um funcionário americano e de agredir a família pelas ações no trabalho público.

Leia também

Assassino que matou 4 pessoas e baleou 12 recebe sentença de até 3 anos

Da Redação – O atirador que invadiu duas escolas em Aracruz, Espírito Santo, vai cum…