Home Biden Trump exige volta à presidência ou realização de novas eleições
Biden - Local - Mundo - 08/30/2022

Trump exige volta à presidência ou realização de novas eleições

Ex-mandatário dos Estados Unidos citou um suposto complô envolvendo o FBI no pleito que elegeu Joe Biden em 2020

EFE – O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump exigiu nesta segunda-feira (29) que seja declarado vencedor das eleições de 2020, nas quais foi derrotado por Joe Biden, ou que, no mínimo, sejam organizados novos pleitos, por considerar que os anteriores foram comprometidos por causa do FBI.

“Agora acontece que, de forma conclusiva, o FBI enterrou a história do computador de Hunter Biden antes da eleição sabendo que, se não fizesse isso, Trump teria vencido facilmente as eleições presidenciais de 2020”, escreveu Trump na rede Truth Social.

Com suas já habituais acusações, o ex-presidente disse tratar-se de uma “fraude” e uma “interferência eleitoral” em níveis “nunca vistos” nos EUA.

No centro da polêmica está o computador que supostamente pertenceu ao segundo filho do atual presidente, Joe Biden, esquecido em um centro de reparos em Delaware e cheio de dados privados sobre os negócios e a vida de Hunter Biden.

A imprensa publicou em 2020, entre outras revelações, que Hunter Biden facilitou um suposto encontro entre o pai, quando era vice-presidente de Barack Obama, e Vadym Pozharsky, conselheiro da empresa ucraniana Burisma, na qual o filho era membro do conselho de administração.

O senador republicano Ron Johnson tornou público na semana passada que funcionários do FBI pediram aos agentes que não investigassem esse computador por meses para, supostamente, não influenciar o resultado da última eleição presidencial.

Também na semana passada, Mark Zuckerberg, fundador do Facebook e CEO da Meta, admitiu em uma entrevista no podcast do apresentador Joe Rogan que o Facebook restringiu histórias sobre aquele computador depois que o FBI pediu que tivessem cuidado com campanhas de desinformação russas.

Trump afirmou nesta segunda-feira que existem apenas duas possibilidades: “Declarar o vencedor legítimo ou, e esta seria a solução mínima, apontar que as eleições de 2020 estavam irremediavelmente comprometidas e organizar uma nova imediatamente!”.

O ex-presidente está no centro da controvérsia nas últimas semanas depois que o FBI realizou uma operação de busca em sua mansão em Mar-a-Lago por ter retirado documentos da Casa Branca após deixar o cargo.

As informações que o Departamento de Justiça divulgou até agora indicam que Trump e comitiva podem estar sendo investigados por três crimes: obstrução da Justiça, destruição de documentos e violação da lei de espionagem.

O senador republicano Lindsey Graham alertou que Trump for indiciado haverá “motins nas ruas” e criticou os “padrões duplos” que são aplicados ao ex-presidente.

“A maioria dos republicanos, inclusive eu, acredita que, quando se trata de Trump, não há lei. Trata-se de ir atrás dele”, criticou Graham.

Leia também

Biden avalia reviver restrições de imigração da era Trump, dizem autoridades dos EUA

REUTERS – O governo do presidente norte-americano, Joe Biden, dificultará a solicita…