Home Brasil Mais de 5 mil brasileiros foram deportados dos EUA desde 2019; entre eles está a influencer Kat Torres, presa em BH
Brasil - Celebridades - Imigração - 5 dias atrás

Mais de 5 mil brasileiros foram deportados dos EUA desde 2019; entre eles está a influencer Kat Torres, presa em BH

PF cumpriu mandado de prisão expedido pela 5ª Vara Criminal da Justiça de São Paulo, a pedido do MPF.

Da Redação – Presa por suspeita de envolvimento de estelionato e tráfico humano, a influenciadora Katiuscia Torres Soares, de 34 anos, conhecida como Kat Torres, desembarcou no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, na Região Metropolitana da capital, na última sexta-feira (18). Ilegal nos Estados Unidos, ela foi deportada com outros 50 brasileiros que estavam no voo.

Segundo levantamento do g1 Minas Gerais, entre outubro de 2019 e março de 2022, 5049 pessoas foram deportadas dos Estados Unidos para o Brasil.

Há três anos, o governo de Jair Bolsonaro atendeu a um pedido do então governo de Donald Trump e assinou uma portaria com novas regras. Desde então, passaram a ser autorizadas as deportações à força de brasileiros que vivem ilegalmente nos Estados Unidos. No lugar do passaporte, passou a ser necessário apenas um atestado de nacionalidade.

O número de deportados que chegaram desde 2019 pode ser muito maior já que os voos continuam aterrissando em Confins com frequência. Os brasileiros chegam por este terminal porque a maioria deles são de Minas Gerais. Porém, a paraense Kat Torres também desembarcou em Minas e foi presa pela Polícia Federal.

Os federais receberam um mandado de prisão expedido pela 5ª Vara Criminal da Justiça de São Paulo, a pedido do Ministério Público Federal (MPF) também do estado paulista.

“A PF de Minas só realizou a prisão, porque Katiuscia veio com outros deportados em um voo que pousou em Confins”, explicou um federal que participou da prisão.
A influenciadora se apresenta como coach e guru espiritual com milhares de clientes pelo mundo e passou a ser alvo de investigação depois que as famílias de duas brasileiras que viviam com ela denunciaram o desaparecimento das jovens.

Além dela, um brasileiro procurado internacionalmente também foi preso. Segundo a Polícia Federal, ele foi detido em solo americano pela autoridade de imigração dos Estados Unidos, em cumprimento a um mandado de busca internacional da Interpol e por estar em desacordo com as normas migratórias do país.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) informou que Kat deu entrada no Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, em Belo Horizonte, no dia 19 de novembro.

As informações são do G1

Leia também

Brasil vence Suíça e garante vaga nas oitavas da Copa do Mundo

Da Redação – O Brasil venceu a Suíça por 1 a 0 e garantiu vaga nas oitavas de final …