Home Esportes O que se sabe sobre a possível execução de jogador iraniano que vem gerando onda de protestos nas redes
Esportes - Massacre - Religião - 12/20/2022

O que se sabe sobre a possível execução de jogador iraniano que vem gerando onda de protestos nas redes

Com apoio de personalidades, atletas e celebridades, campanhas de mídia social dentro e fora do Irã expressaram apoio a Nasr-Azadani e temem que sua 'execução seja iminente'.

BBC NEWS BRASIL – O jogador de futebol profissional iraniano Amir Nasr-Azadani, 26, pode ser condenado à morte depois de participar de protestos pelos direitos das mulheres em seu país.

Ele é formalmente acusado de ser membro de um grupo armado responsável pelo assassinato de três agentes de segurança em 16 de novembro na cidade de Isfahan, na região central do Irã, segundo o serviço persa da BBC.

Autoridades daquele país afirmaram que ele confessou o crime e que possuem gravações de câmeras de segurança e outras provas contra ele e seus co-réus, que totalizam nove pessoas.

O governo iraniano também disse que um veredicto contra o atleta ainda não foi emitido. Segundo o código penal do Irã, sua sentença pode levar à pena de morte se for provado que Nasr-Azadani usou uma arma de fogo.

A Justiça iraniana afirmou que continuará a “atuar de forma decisiva, sem prestar atenção ao hype da mídia”.

Isso ocorre após campanhas de mídia social dentro e fora do Irã, expressando apoio a Nasr-Azadani e temendo que sua “execução seja iminente”.

A cantora colombiana Shakira foi uma das pessoas que aproveitou a final da Copa do Mundo no último domingo (18) para chamar a atenção para a prisão de Nasr-Azadani.

“Hoje, na final da Copa do Mundo, só espero que os jogadores em campo e o mundo inteiro se lembrem de que existe um homem e companheiro de futebol chamado Amir Nasr, condenado à morte apenas por defender os direitos das mulheres”, escreveu a artista em sua conta pessoal no Twitter.

O post de Shakira se junta ao de inúmeras personalidades, atletas e celebridades de todo o mundo que pedem há dias que sua possível execução seja anulada.

“Vamos ficar de braços cruzados e olhar para o outro lado? Basta. STOP”, escreveu o jogador de futebol espanhol Marc Bartra também no Twitter.

“Isso é inaceitável. Todos com Amir Nasr-Azadani”, acrescentou o jogador de futebol colombiano Radamel Falcao por sua vez.
Enquanto isso, o sindicato global de jogadores de futebol profissional (FIFPRO) escreveu que estava: "chocado e enojado com a notícia de que o jogador de futebol profissional Amir Nasr-Azadani enfrenta a execução no Irã depois de fazer campanha pelos direitos das mulheres e liberdades fundamentais em seu país".

"Prestamos solidariedade a Amir e pedimos que sua punição seja anulada imediatamente."

Quem é Amir Nasr-Azadani?
Nasr-Azadani nasceu em fevereiro de 1996 em Isfahan, no centro do Irã.

Ele começou sua carreira no futebol no time Sepahan Sport Club de Isfahan, que joga na Iran Pro League, atualmente conhecida como Liga Pro do Golfo Pérsico, a categoria mais alta do futebol profissional no Irã.

Em 2014, ele ingressou na equipe do Tehran Rah-Ahan, um dos clubes mais antigos do Irã e que atualmente joga na Liga Azadegan, a segunda mais importante do país.

Um ano depois, foi contratado pelo Tractor Sports Club, da cidade de Tabriz, no noroeste do Irã, onde ficou até 2019.

Mais tarde, passou a fazer parte da equipe Gol Reyhan Alborz.

Leia também

Fóssil: embaixador da UE critica postura de Lula com Venezuela, Cuba e Nicarágua

O embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez, criticou nesse domingo, 05, a po…