Home Brasil Bolsonaro deverá solicitar outro visto, caso queira ficar mais um pouco nos Estados Unidos
Brasil - EUA - Imigração - Internacional - 4 semanas atrás

Bolsonaro deverá solicitar outro visto, caso queira ficar mais um pouco nos Estados Unidos

Por: Correio Braziliense – O Departamento de Estado dos Estados Unidos disse, nesta segunda-feira (9), que pessoas que entram no país com visto oficial e perdem esse status devem solicitar outra categoria do documento se quiserem continuar em solo americano.

Embora o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, não tenha se referido ao ex-presidente do Brasil Jair Bolsonaro (PL), a associação com o então candidato derrotado nas eleições de 2022 é clara. Bolsonaro foi aos EUA quando ainda era chefe do Executivo, no dia 28 de dezembro, mas perdeu a posição em 1º de janeiro deste ano, quando Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assumiu a liderança do Brasil.

Duração do visto “A”
Além da invalidação do visto do ex-presidente Bolsonaro, a categoria do documento utilizado por ele tem um prazo de validade de apenas um mês. Logo, o indivíduo deve solicitar outro status de migração, caso queira ficar mais de 30 dias.

“Se um indivíduo não tem motivo para estar nos Estados Unidos, ele está sujeito a remoção pelo Departamento de Segurança Interna”, disse Price.

Modelos de visto norte-americano
Ser oficial de estado ou diplomata e, portanto, conseguir a emissão do visto na categoriaA é apenas uma das variadas formas de entrar legalmente nos Estados Unidos. De acordo com a embaixada norte-americana no Brasil, há mais de 20 modelos de documentos para viajantes que não desejam migrar para o país.

O mais comum, sobretudo entre brasileiros, é o visto das categorias de viagem a turismo, férias ou para fazer tratamento médico. Segundo a representação dos EUA no Brasil, essa forma de documento é representada pela sigla “B1/B2”.

Outro modelo de visto é o registro direcionado às pessoas que desejam estudar em instituições de ensino norte-americana. Nesse caso, os vistos relacionados são os “F-1, M-1; F-2, M-2”. Já os professores, pesquisadores e médicos se encaixam na condição “J-1, J-2”.

Leia também

Quase mil crianças imigrantes seguem separadas dos pais nos Estados Unidos

AFP – Um total de 998 crianças imigrantes separadas de suas famílias durante o manda…