Home Brasil Cerca de 1200 manifestantes extremistas são detidos em um campamento em Brasília
Brasil - Internacional - Novo Normal - Política - 4 semanas atrás

Cerca de 1200 manifestantes extremistas são detidos em um campamento em Brasília

A operação cumpria decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que determinou que o fim de acampamentos golpistas.

Da Redação – Cerca de 1200 pessoas foram detidas no acampamento de extremistas bolsonaristas em frente ao QG do Exército, em Brasília. De acordo com o Ministério da Justiça, o número ainda poderá ser atualizado. Segundo a pasta, os radicais foram encaminhados para a Polícia Federal para averiguação. A Polícia Civil informou, no entanto, que cerca de 40 ônibus estariam a caminho do Complexo da corporação.

Na noite de domingo, 08, pelo menos 300 pessoas já tinham sido detidas após os atos terroristas que depredaram o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF). Desde o final das eleições, bolsonaristas radicais montaram acampamento diante do QG do Exército por discordar do resultado das eleições.

Os atos extremistas escalaram ao longo do mês de dezembro e culminaram nos atos terroristas deste domingo. No dia da diplomação do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, golpistas atacaram a sede da Polícia Federal e atearam fogo a carros, transformando a capital em uma praça de guerra.

Na véspera do Natal, os extremistas tentaram detonar uma bomba nas proximidades do Aeroporto Nacional de Brasília, mas a tentativa acabou falhando. Em ambos os casos, os autores tinham relação com o acampamento bolsonarista no QG do Exército.

Leia também

Fóssil: embaixador da UE critica postura de Lula com Venezuela, Cuba e Nicarágua

O embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez, criticou nesse domingo, 05, a po…