Home Biden Embaixada do Brasil pede desculpas à família de Dom Phillips após informar que corpos foram encontrados
Biden - Internacional - Local - Massacre - 06/14/2022

Embaixada do Brasil pede desculpas à família de Dom Phillips após informar que corpos foram encontrados

A mulher de Dom Phillips, Alessandra Sampaio, recebeu nessa segunda-feira (13) uma ligação de representantes da embaixada, informando que os corpos do jornalista e do indigenista haviam sido encontrados. No entanto, a PF negou a informação.

Da Redação – A Embaixada do Brasil no Reino Unido enviou um pedido de desculpas à família do jornalista britânico Dom Phillips, depois de informar que o corpo dele e do indigenista Bruno Pereira teriam sido encontrados na Amazônia. A Polícia Federal afirma que as buscas pelos profissionais continuam nesta terça-feira (14).

De acordo com o jornal The Guardian, com o qual Phillips colabora, o embaixador Fred Arruda se retratou hoje aos familiares. “Nós sentimos muito que a embaixada tenha passado à família informações que não se provaram corretas”, diz o documento.

Arruda teria dito que uma equipe criada na embaixada de Londres para acompanhar os desaparecimentos foi “enganada” por informações recebidas de “agentes investigadores”. O diplomata reconheceu que houve uma precipitação por parte da equipe, e garantiu que “a operação de buscas vai continuar, sem que nenhum esforço seja poupado”.

Entenda o caso
A mulher de Dom Phillips, Alessandra Sampaio, recebeu nessa segunda-feira (13) uma ligação de representantes da embaixada, informando que os corpos do jornalista e do indigenista haviam sido encontrados. No entanto, a PF negou a informação.

A corporação havia informado que encontrou, no domingo (12), um cartão de saúde com nome de Bruno Pereira e outros pertences do brasileiro e de Dom Phillips. Na parte da tarde, o Corpo de Bombeiros disse que encontrou uma mochila, um notebook e um par de sandálias no local onde são feitas das buscas pelo indigenista e pelo jornalista inglês no interior do Amazonas.

na segunda-feira, a Polícia Federal divulgou nota informando que não procediam as informações de que os corpos teriam sido encontrados. “Conforme já divulgado, foram encontrados materiais biológicos que estão sendo periciados e os pertences pessoais dos desaparecidos. Tão logo haja o encontro, a família e os veículos de comunicação serão imediatamente informados”, diz o comunicado.

As autoridades responsáveis pelas buscas e investigações vêm sendo criticadas pelos desencontros nas informações divulgadas.

Buscas
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, disse, nesta terça-feira (14), que a área onde desapareceram o indigenista Bruno Pereira e o jornalista Dom Phillips é uma região complicada e extremamente distante de Manaus, capital do Amazonas, mas as buscas pelos dois continuam. Segundo Torres, desde o primeiro momento o governo federal disponibilizou as Forças Armadas, a Polícia Federal e a Fundação Nacional do Índio (Funai), que estão trabalhando em conjunto com os órgãos estaduais. Desde domingo (5) os dois estão desaparecidos.

Leia também

Biden avalia reviver restrições de imigração da era Trump, dizem autoridades dos EUA

REUTERS – O governo do presidente norte-americano, Joe Biden, dificultará a solicita…