Home Local Inquilinos de Somerville protestam para exigir ação legislativa sobre aumento de aluguéis
Local - 07/29/2022

Inquilinos de Somerville protestam para exigir ação legislativa sobre aumento de aluguéis

Fabiano Latham – Inquilinos de Somerville se unem nesta Sexta-feira, 29 de Julho, às 10 am (6-8 Mor timer Place, Somerville, ao lado do Marshall Street Playground) em apoio a três famílias brasileiras que estão em risco iminente de deslocamento em Setembro, depois que um novo proprietário comprou seu prédio e aumentou abruptamente os aluguéis em 44%.

Além de comparecer à manifestação, as pessoas podem apoiar assinando a petição online em apoio à permanência dos moradores, neste link: bit.ly/Morti merPlacePetition

Com apenas alguns dias restantes no atual ano legislativo, a manifestação também destacará a recusa dos legisladores de Massachusetts em decretar políticas habitacionais que impediriam o deslocamento de residentes vulneráveis das comunidades urbanas, tais como a aprovação da proibição estadual de controle de aluguel; permissão de que registros de despejo sejam mantidos em sigilo, e imposição de uma taxa de transferência imobiliária para financiar moradias populares.

A manifestação pelo Mortimer Place será bilíngüe em inglês, com interpretação consecutiva em português e deverá durar 45 minutos. Os oradores incluirão as três famílias de 6-8 Mortimer Place, que são de baixa renda, inquilinos brasileiros que enfrentam um deslocamento iminente em Setembro devido à gentrificação; organiza dores de justiça habitacional da Agência de Ação Comunitária de Somerville (CAAS); e outros moradores locais que resistem ao deslocamento e defendem os direitos dos inquilinos.

Os oradores poderão estar disponíveis após o evento para comentários. A situação do prédio na 6-8 Mortimer Place é exemplo da grande crise habitacional que afeta as cidades de Massachusetts, incluindo Boston, e as “cidades de porta de entrada” como Worcester e Springfield. Em Somerville, o problema é particularmente agudo, com a chegada da nova Extensão da Linha Verde, que vem contribuindo com um aumento sem precedentes nos aluguéis e especulação imobiliária, o que já empurrou inúmeras famílias imigrantes e de baixa renda para fora da cidade. Por isso, os manifestantes es tão exigindo que os legisladores desenvolvam um plano abrangente que mitigue o aumento incomportável dos aluguéis e modere as forças de mercado que impulsionam o desloca mento de residentes locais e pequenas empresas.

“Nossa comunidade fez um apelo em março aos políticos eleitos, quando o MBTA abriu a primeira filial da Extensão da Linha Verde: Precisamos de um plano para evitar o deslocamento”, disse Nicole Eigbrett, Diretora de Organização Comunitária da CAAS. “Menos de cinco meses depois, o ritmo da gentrificação perto do corredor GLX, e por toda Somerville, acelerou rapidamente. A cada semana, mais famílias de baixa renda e imigrantes, como nossos vizinhos de 6-8 Mortimer Place, são forçados a sair de nossa comunidade porque seus edifícios são comprados e explorados para lucros exorbitantes. Ficamos indignados que outra sessão legislativa tenha passado e que não tenha havido nenhum movimento para políticas de justiça habitacional desesperadamente necessárias”.

O evento também chamará a atenção para as práticas de exploração dos proprietários, que muitas vezes tratam os inquilinos existentes como meros obstáculos para mudar rapidamente uma propriedade e obter lucros. “Situações como essa são mais comuns do que você imagina”, explicou Fabiano Latham, organizador comunitário do CAAS e imigrante do Brasil.

“É inaceitável que os proprietários, que nem mantêm seus prédios de acordo com a lei, exija aumentos abusivos na tentativa de expulsar a classe trabalhadora que tanto contribui para a economia e a diversidade de nossa comunidade em Somerville. É claro que os proprietários, como Edson Realty, aproveitam de pessoas que não falam inglês como primeira língua. Eles estão negando seu direito legal de solicitar uma negociação de aluguel, e é por isso que estamos organizando a comunidade em defesa dessas famílias.” “Nos últimos anos, esta é a pri meira vez que me sinto em casa. Para nós imigrantes, alugar um lugar para morar é um enorme desafio”, disse Veranice Cruz, residente do Mortimer Place, que é uma imigrante do Brasil. “Mesmo provando que somos trabalhado res e que somos capazes de pagar o aluguel – é muito difícil ser aprovado por um locador. Queremos exercer nossos direitos como inquilinos e ter a oportunidade de negociar. Não podemos deixar que investidores e desenvolvedores em Somerville expulsem nossa honesta comunidade de trabalho”.


Sobre a Agência de Ação Comunitária de Somerville (CAAS) – A Agência de Ação Comunitária de Somerville (CAAS) é a agência federal de combate à pobreza designada pela Cidade de Somerville desde 1981. Sua missão é ajudar as famílias e indivíduos locais a alcançar a segurança financeira, enquanto trabalham para eliminar as causas fundamentais da injustiça econômica. Para saber mais, visite: caasomerville.org

Leia também

Biden avalia reviver restrições de imigração da era Trump, dizem autoridades dos EUA

REUTERS – O governo do presidente norte-americano, Joe Biden, dificultará a solicita…