Home Brasil Tiroteio interrompe visita do candidato Tarcísio de Freitas (Republicanos) a Paraisópolis
Brasil - Política - 10/17/2022

Tiroteio interrompe visita do candidato Tarcísio de Freitas (Republicanos) a Paraisópolis

De acordo com informações preliminares da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o tiroteio teria ocorrido na comunidade e, a princípio, não estaria relacionado com a presença de Tarcísio no local, e sim a uma perseguição de um suspeito, que teria sido baleado

Da Redação – Uma agenda de campanha do candidato ao governo de São Paulo Tarcísio de Freitas (Republicanos) em Paraisópolis, na Zona Sul de São Paulo, foi interrompida na manhã desta segunda-feira por tiros. O ex-ministro e jornalistas que acompanhavam a agenda no Polo Universitário de Paraisópolis chegaram a ficar abaixados em uma sala no local. Tarcísio deixou o local acompanhado de seguranças e escolta em uma van blindada.

De acordo com informações preliminares da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o tiroteio teria ocorrido na comunidade e, a princípio, não estaria relacionado com a presença de Tarcísio no local, e sim a uma perseguição de um suspeito, que teria sido baleado. O caso ainda está em apuração.

Em nota, o governador Rodrigo Garcia (PSDB), candidato derrotado à reeleição e que agora apoia Tarcísio, afirmou que determinou “a imediata investigação do ocorrido.”


Ao portal G1, o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, delegado-geral da Polícia Civil, disse que viaturas do Garra foram enviados ao local para apuração do que ocorreu. O GLOBO confirmou a informação.

“Em primeiro lugar, estamos todos bem. Durante visita ao 1º Polo Universitário de Paraisópolis, fomos atacados por criminosos. Nossa equipe de segurança foi reforçada rapidamente com atuação brilhante da Polícia Militar. Um bandido foi baleado. Estamos apurando detalhes sobre a situação”, disse Tarcísio em suas redes sociais.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou a jornalistas nesta segunda que ainda é cedo para garantir que houve motivação política.

“Recebi um telefonema do Tarcísio, algumas imagens também. Tudo é preliminar ainda então não quero me precipitar. Se foi uma ação contra a equipe dele, se foi uma ação isolada, se algum conflito já estava havendo ou por haver na região. Então seria prematuro eu falar sobre isso”, afirmou o presidente.

Leia também

Presidente do Peru tenta golpe de Estado e é preso

BBC NEWS BRASIL – Tudo aconteceu depois que Castillo fez o anúncio inesperado –…